Reflexões Capilares: a saga por um cabelo digno.

by - quarta-feira, dezembro 08, 2010


Imagem: Gabriela Baggio (blog e flickr)

Vou instaurar uma sessão/tag com reflexões capilares, parte da minha saga por um cabelo digno em três quesitos: vermelho, volume e corte.

Essa semana passei por uma autodestruição capilar (quem curte ?): cortei uma franja curta demais em um momento de tensão. Felizmente, o cabeleireiro que corta o cabelo do meu namorado deu uma arrumada, pelo menos dá pra sair na rua agora. Mas meu reflexo no espelho que reunia essa franja horrorosa + volume enlouqucido + vermelho desbotado me fizeram prometer que eu daria um jeito nisso tudo. Fiquei inspirada também ao ler este post aqui, da So Shopaholic, sobre como os cabeleireiros costumam nos tratar como loucas descabeladas prestes a gastar nosso dinheiro em qualquer escova ... (insira aqui marroquina, progressiva, japonesa, sueca, de mel com frutos do mar, de xuxu com cristais do mar morto ou whatever).


Eu e meus cabelos vermelhos e volumosos !

Essa “nova” sessão vai falar de meus sucessos e fracassos na saga por um cabelo digno, com volume ok, ondas no comprimento e franja bonitinha, além do vermelho cereja brilhante. Vou falar mal ou bem de cabeleireiros, produtos, promoções miraculosas de sites de compra com reconstruções capilares, além das minhas experiências fazendo coisas sozinha em casa, nem sempre bem sucedidas (vide minha recém franja de criança).


A franja que eu queria !

Tenho minhas razões para tentar fazer as coisas em casa, e meu maiores problemas com cabeleireiros são:


* Todo cabeleireiro reclama que eu tenho muito cabelo. Em um mundo onde as pessoas colocam aplique para poder fazer um coque, em que botam recheio no cabelo da Gisele e aque até a linda da Julia Petit reclama de ter cabelo de piu-piu (pouco cabelo), todo mundo vê o meu volume como um grande mal a ser extirpado, e estão sempre querendo raspar um pedaço ou fazer uma escova progressiva.

* Vermelho desbota, e todo cabeleireiro acha que eu não sei disso. Eu não ligo pra raiz, porque cabelo vermelho não é de verdade (aah, cê jura?), eu acho até bonito, sabe ? Mas cabelo cor de água de salcicha me deprime, e nem sempre eu to com tempo ou saco de ir pintar o cabelo. Mas tenho tido boas experiências com tonalizantes, acho que a solução vem por aí!

*Nunca consigo explicar o corte ideal: essa tonelada de cabelo que eu tenho precisa ser comprido para não armar tanto, precisa ser repicado mas nem tanto, são várias variáveis que nunca vem todas juntas num corte só.

Essa não sou eu, mas a moça tem um cabelo bem parecido em corte, volume e cor! E ela parece bem feliz com sua cabeleira. Foto via Tumblr.

Além de tentar achar um amigo cabeleireiro(a) e produtinhos miraculosos, acho que o principal para que a saga dê certo é ter autoconhecimento capilar: só você sabe qual cor de cabelo fica bonita para você, qual tamanho, qual textura. Mas não nasce sabendo.
Eu por exemplo, sei que meu cabelo não pode ser muito claro senão eu viro uma coisa só (bem parecida com uma salcicha tipo Viena) e que preciso de cabelo emoldurando um pouco meu rosto de alemãzinha quadrado, com um leve repicado, mas bem leve porque meu cabelo precisa de peso pra eu não virar uma Elba Ramalho. E nem todo cabeleireiro entende ou quer entender o que a gente explica.

Está instaurada minha saga !

You May Also Like

3 Comenta aqui >>

  1. hahaha adorei seu post!
    muito divertido de ler e mal posso esperar para acompanhar a saga... já que não posso mais ver sua presença avermelhada com a mesma frequência de antes... :/
    beijocas!!

    ResponderExcluir
  2. Pô Anna, a foto parecia mto vc.
    quero ver essa franja nova, fiquei curiosa. Manteve o comprimento do pelo?

    ResponderExcluir
  3. eu nunca encontrei um cabeleireiro que me entendesse 100%. eu tô com uma agora q me entende uns 80%, eu acho, e acho isso um milagre. além do mais, ela é a única pessoa no mundo q consegue me deixar decente com franja, então parabéns pra ela. mas já sofri algumas vezes com ela, sim. minha tática ultimamente tem sido me munir de fotos, q é pra ela ter uma ideia mais clara do q eu quero.

    beijo!!!

    ResponderExcluir

E você, me conta ? Este espaço é para trocarmos ideias ! Se tiver alguma dúvida, deixe um e-mail ou link para que eu possa responder, por favor.