As flores aqui de casa.

by - quinta-feira, janeiro 17, 2013

Me lembro que quando li este post aqui da Fer, ainda no remoto ano de 2012, eu me emocionei.
Me emocionei porque vejo esse negócio de ter planta como uma coisa super simbólica, de você cuidar, regar, esperar que ela cresça e fique linda. Acredito que tem muita analogia com o jeito que a gente leva - cultiva a vida, e tals. Eu admiro jardineiros, admiro quem se dá bem com plantas, esse é o tipo de pessoa que eu gostaria de ser, um tipo de pessoa que tem muito do que se orgulhar.
Gosto de lembrar com muito carinho do jardim da minha bisavó, como era maravilhoso, quantos tipos de plantas ali havia, como era lindo. Me lembro que uma vez, ela ficou muito doente, e os genros-filhos sei lá (que obviamente não eram da parte da minha mãe) foram lá e jogaram tudo fora. Eu era pequena ainda, mas me lembro de ter ficado muito impressionada com esta violência: ela ainda não havia falecido (e viveu ainda alguns bons anos depois do ocorrido), mas se sentiram no direito de tirar dela o que era tão bonito, e tão dela. 

Fim da história triste, corta pra minha casa, 2013. Aqui em casa, as flores do lado dos meus sogros são lindas. Orquídeas, rosas, mesmo as maria sem vergonhas são vistosas e coloridas. Eles, obviamente, regam todo dia e cuidam delas muito bem:





Do meu lado, uns calanchoês bambos. Uma erva cidreira. Uma rosa de pedra que não precisa de muita água, e por isso vai bem, obrigada.


Já estou feliz que estes calanchoês (florzinhas miúdas e bem coloridas, geralmente vende no mercado) foram pra frente. Eu tinha também um crisântemo (aquelas brancas, parece margarida mas é flor de cemitério) mas ele não resistiu, coitado. Por regar demais, começa a se instalar um bichinho branco, que às vezes eu tinha paciência de ir lá e tirar um por um, e isso vai consumindo a planta.


Mas olhaí um fiozinho de esperança! Agora, nessa época mais chuvosinha, fiquei mais atenta às regas, e também tenho lembrado de jogar a água da chuva que se acumula. Já é alguma coisa né ?


Tem também este outro vaso, que por morar do lado dos sogros acaba ficando mais vistoso. Quando compramos, o namorado misturou um monte de sementes e jogou tudo na terra (nem parece que é biológo, sô) e nasceu de um lado um monte de flores coloridas, e do outro, esse girassol solitário. 

You May Also Like

2 Comenta aqui >>

  1. não tenho jeito com planta. todas morrem. agora estou com umas violetas fofas. espero que durem muitos anos. as da minha mãe têm mais de 15!

    ResponderExcluir
  2. Que jardim mais lindo!!!! Sinal de que a casa tem amor!!!

    bjs

    ResponderExcluir

E você, me conta ? Este espaço é para trocarmos ideias ! Se tiver alguma dúvida, deixe um e-mail ou link para que eu possa responder, por favor.