[Buenos Aires da Anna] primeiras impressões

by - segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Mal posso acreditar, mas fez uma semana já que estou por aqui. Eu sabia que seria desafiador e muito longe da minha zona de conforto, e isto está sendo incrível. O motivo da minha viagem é estudar (cursos de design de moda / costura / coolhunting), mas obviamente, o pano de fundo que é Buenos Aires é absurdamente inspirador e muy hermoso. Compartilho com vocês algumas das minhas impressões por enquanto ....

{os passeios}

Como vim pra ficar o mês todo, não saí feito a loca desesperada turista por aí. Andei toda a Florida, e acho um pouco angustiante o fluxo de pessoas, já que além de turistas muita gente trabalha por aqui, além do pessoal que troca dinheiro ficar gritando "Câmbio, câmbio". Os cafés são bacanas, e realmente você pode sentar e sentir paz por estar ali, usar o wi-fi, sem ninguém fazer cara feia porque você já tomou seu chá e não está consumindo mais nada. Me sentar e senitr paz está sendo bem dificil de assimilar, culturalmente, hehehe, e por isso mesmo, ótimo. Sobre o rolê turístico mesmo, curto #passeiosdesenhora, então fui ao cemitério, jardim botânico, hehe. Também fui a San Telmo e ameeei o mercado, ainda não vi a Feirinha de domingo. Só fui em dois museus até agora, vi uma exposição genial no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires e também fui ao Museu da Evita (gracias, Lígia!), mas ainda tem tanta coisa pra ver!!






1. Loja de coisas antigas de boneca no Mercado de San Telmo 2. Cemitério da Recoleta. 3. Sapatos da Evita 4. Maquete de uma estufa do Jardim Botânico.

Também fui ao Bairro Once, onde se vendem tecidos e todo tipo de coisa para costura, para comprar os materiais de um dos cursos. São quadras e quadras da Calle Lavalle com uma loja atrás da outra, com vendas para atacado e varejo, e fiquei até desnorteada com tanta opção - e olha que sou uma pessoa acostumada com o furor da 25 de março em véspera de Natal, para vocês terem uma ideia.


{os cursos}

Este item merece um post à parte, depois de terminados. Indicação da Lígia, do La Vestuarista (posts aqui, aqui e aqui), o EBA - Espacio Buenos Aires é super descolado, e os cursos muito inspiradores. O curso que eu mais queria fazer, indicado por ela, era o de Figurino, que não fechou turma (momento cry cry cry). Aí acabei pegando Design de Indumentária, que também é um processo criativo, com pesquisa de referências e croquis, só que pra moda mesmo. Apesar de não ser o de figurino, estou adorando. Todos os três cursos tem uma vibe bem intensiva, com o mesmo conteúdo que você teria estudando em quatro meses. Pra quem nunca havia feito um curso específico de moda, como eu, tá sendo bem interessante. O legal é que é um "confortável ousado", sim, você se sente bombardeada por coisas novas e desafiantes, mas ao mesmo tempo não é NADA  angustiante do tipo "o que estou fazendo aqui, não entendo nada disso".



{as compras}

Sim, o câmbio nos deixa em vantagem (um real vale 4 ou até 5 pesos), mas fazendo as contas, alguns valores são bem parecidos. O que me encanta é que tem muito mais coisinhas lindas que eu nunca tinha visto igual no Brasil, principalmente acessórios e estampas fofas. O que sempre me impressiona em qualquer viagem é a oferta de coisas ser diferente, e não necessariamente o preço. Até agora comprei um coturno por uma bagatela no Mercado de San Telmo, e algumas bijus baratinhas, mas nada OHMEUDEUS que paraíso consumista. Sobre comprar roupa, fiquei com medo de comprar nas primeiras lojas que pisei na Florida e depois achar coisas muito mais bonitas ou mais em canto em outro canto da cidade - e poxa, ô cidade pra ter canto lindo cheio de coisinha bacana. Também comprei poucos livros até agora, confesso que fiquei meio tonta com a oferta de livrarias e sebos.




{a comida}

ao contrário de todo meu histórico de gordinha, resisti às medialunas, empanadas e alfajores na primeira semana, comendo bastante salada e fruta, em lugares como Green Eat (que tem coisas orgânicas e fresquinhas, mas alguma carne) e Picnic (que é um fast food vegano, você paga no caixa, pega a bandeja e vai sentar). O que é legal aqui é que mesmo nos kioscos (tipo umas lojinhas de conveniência que tem aos montes) existem opções saudáveis, então eu resolvi ir mudando aos pouquinhos, e como não tem desculpa, já está pronto (em casa eu morro de preguiça de comprar e cozinhar) e tem uma cara boa, vou de fruta e salada mesmo. O que não quer dizer que não vou experimentar coisas cheias de açúcar, manteiga e farinha branca, mas estou indo mais devagar.


O Picnic fica no fim (ou seria o começo?) da Florida com a Diagonal Norte, e tem um Green Eat dentro das Galerias Pacífico, também na Florida. 

{a língua}


Estudei um tiquinho de espanhol antes de viajar, mas quando cheguei, foi um baque. No compreendia nada que las chicas hablavam. Acredito que tenha sido uma dificuldade mais social / cultural, que tem a ver com o ritmo e as entonações que as pessoas usam, e talvez muito mais fruto da minha timidez, do que da língua em si, que eu pessoalmente acho um idioma lindo. Inclusive, estudando, achei que era um portugês melhorado, mais intuitivo. Pero hablando .... travou meu windows, como diz minha querida Quesia. É como se eu não tivesse o chip ou o codec do espanhol instalados, e sim o do inglês, no qual fui autodidata, e que sai muito mais fácil e o qual entendo muito mais fácil também. Mas ok, escutando e prestando atenção creio que vou pegando o jeito, aos poucos - fora que todo mundo entende meu nome como "Enna", ao invés de Anna.

Por enquanto é isso, chicos! Aguardem os próximos capítulos. 

You May Also Like

3 Comenta aqui >>

  1. Oie Anna... ai que lindo! Buenos Aires ♥

    Fiquei por aí em 2012 para passar 17 dias estudando espanhol!!!! como "morei" num hostel do lado da escola (que ficava bem ali na Hipólito Yrigoyen no centrão) tinha tempo de sobra para bater perna depois das aulas...
    Realmente os preços não são baratos e dá quase na mesma do Brasil... acho que vc está certa de investir em coisas diferentes!!!!!

    Como estava pare estudar tbm me perdi nos sebos e aproveitei para comprar uns livros, tbm fui ao cinema do INCAA (espécie de Ancine argentina) onde só passam produções argentinas... é um cinema grandão super antigo que fica na av 9 de julio, acho a experiencia interessante! Gostava também de ir andando do centro até Palermo |(uma suuuuper caminhada de quase 1 hora) mas que era uma delícia pq ia passando pelos bairros e vendo as casas e as pessoas vivendo mesmo sabe e sempre aproveitava para comprar empanadas "para llevar" no el cuartito que fica ali na Tribunales e ia comendo no caminho!!!! a feirinha de fim de semana que fica em Palermo é bem parecida com a feira da Benedito Calixto e é uma delícia para andar e almoçar/tomar café!!!! E realmente é uma delícia sentar nos lugares para tomar um café e ficar lá vendo a vida passar!!!!!

    Fui também no malba (duas vezes) e fiz os passeios de "senhora"!!!! Fui no bairro do Boca também e ao contrário do que dizem por aqui no Brasil... eu acho muito mais perigoso andar na calle Florida (que eu só fui para comprar uma camiseta da seleção argentina para o meu irmão) do que no Boca!!!

    Ah, quando vc for em Palermo vá nas lojas "el gorrion" http://www.soygorrion.com.ar/es/ que não é baratinha mas tem coisas lindas que vão durar muito (comprei uma "bolsa mochila" lá que é o meu xodó!!!!)

    Acho que é isso... aproveite muito a estadia nessa cidade linda e charmosa!!!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. ps: tem a trippin (http://www.trippin.com.ar/ ) onde eu tbm comprei uma bolsa acho que por R$60 na liquidação!!! ela fica bem perto da Gorrion!

    ResponderExcluir
  3. Ai Annaaaaa que saudadeeeee!!! Tou amando ver seu diário de Buenos Aires... Tudo ai é maravilhoso.

    ResponderExcluir

E você, me conta ? Este espaço é para trocarmos ideias ! Se tiver alguma dúvida, deixe um e-mail ou link para que eu possa responder, por favor.