[MissãoGuardaRoupa #1] A ideia do projeto

by - sexta-feira, março 06, 2015


Estamos em março e vocês me perguntam - "Mas Anna, cadê todos os desafios que você tanto prometeu ?". Pois é, sei que estou em dívida, mas estava ansiosa para compartilhar a ideia deste projeto/desafio: Missão Guarda Roupa.

A ideia é simples, ser mais grata e feliz com as coisas que tenho, ter uma imagem coerente com a minha vida, minha história e que respeite minha silhueta, minhas proporções corporais, as cores que combinam comigo, etc. Isso inclui revisar e me livrar de coisas que tenho e não fazem mais sentido e fazer novas compras de maneira inteligente e prioritária. A intenção é compartilhar aqui no blog, uma vez por mês, como está sendo este processo.

Chega de “quando eu emagrecer, quando eu for rycah, quando eu aprender a costurar direito”. Tenho coisas demais e que não funcionam para mim. Dá para minimizar e otimizar o que já tenho! Prova disso são as malas de viagem - como eu falei no primeiro post desta série. No entanto, também preciso comprar itens que não tenho, e que nessa altura da vida já aprendi que não adianta comprar o mais barato destas categorias: tênis e sapatos bons pros meus joelhos, roupa de frio, lingerie ...

E quando eu estava listando estes objetivos, me ocorreu a insistente questão: dá para ser 100% consciente / responsável quanto à moda ? Ou seja, só comprar/usar coisas que não tenham passado por nenhum processo nocivo para o meio ambiente e para toda a indústria de trabalhadores envolvida? Minha sincera (e triste) opinião: ainda não.

Até pensei em fazer desta missão uma tentativa de não comprar nada de fast fashion, nada de site da China (já compro bem pouco nestas circunstâncias, mas compro), só comprar tecidos ou roupas de segunda mão. E o tecido que compro, eu sei onde é fabricado ? E os aviamentos ? E para ter um tênis adequado para minhas condições ortopédicas, é fácil achar um de segunda mão ? Não. Não dá para ser radical, pelo menos para mim, e pelo menos por enquanto. 

O que dá, neste momento, é tentar ao máximo ter e usar coisas com menos impacto, amortizar a quantidade de roupa que já existe no mundo - comprando roupa de segunda mão. E também valorizar o design autoral, não só mandando fazer na costureira, mas comprando de pequenas confecções independentes. É difícil – o artesanal é mais caro e a roupa de segunda mão é muito mais trabalhosa de achar e quase sempre vai precisar de algum ajuste. Dá mais trabalho e não necessariamente sai mais barato, não vou mentir. No meu caso, deveria ser teoricamente “mais fácil” porque eu sou figurinista, trabalho com isso – com pouco orçamento, conheço um monte de brechó/bazar/costureira/loja de tecidos, então me sinto no mínimo na obrigação de mostrar que é possível e inspirador nos vestirmos dessa maneira.

Tenho lido várias coisas nesse sentido e destaco minhas fontes favoritas, para vocês se inspirarem também: o Grupo Roupa Livre, no Face, o blog da Érica Minchin (consultora de estilo), as meninas da Oficina de Estilo, as reflexões sobre moda autoral do La Vestuarista. Também acho muito úteis o livro da Cris Guerra, "Moda Intuitiva"e o livro da Oficina de Estilo, "Vista quem você é". Este último tem até listas e tarefinhas que deixam este processo de rever nosso armário mais autônomo e consciente.




Achei que fazer um planejamento iria me ajudar a saber as etapas deste processo. Separei minhas prioridades de armário por mês, pelo menos até junho:


  • Março: limpar o guarda roupa e vender / doar o que não combina mais com a minha vida.
  • Abril: Lingerie! A saga do sutiã descente. 
  • Maio: Tênis. A saga de usar este calçado com looks de "mocinha"
  • Junho: Me preparar para o inverno! 

E começando com os objetivos de março. Fiz uma mega limpeza aqui em casa, mandei vários sacos de roupa para doação e separei várias coisas lindas para o Bazar. Coisas que eu até gosto muito - mas não me servem, não caem bem, a cor não me valoriza. Coisas que estavam aqui por puro apego. Como esta linda camisa quem nem meu número é, comprada por puro impulso:

Camisa disponível no Bazar do VID - Estúdio Criativo, uma novidade tão legal, que merece post solo ;)

Caixa com tudo que foi separado para o Bazar

Primeiro objetivo da Missão Guarda Roupa: check!
Aguardem os próximos capítulos. 

You May Also Like

0 Comenta aqui >>