Novo (velho) nome, Novo (velho) blog

Bom, talvez você seja um leitor novo, que apenas me conhecia e nem sabia que eu tinha um blog há seis anos, o Creyssa Phyna. Ou talvez você veio parar aqui justamente por causa do Creyssa Phyna. 

Eu ficava um tanto angustiada de abrir minha conta do blogger e ver uns montão de blogs criados: o Creyssa Phyna, o meu portifólio, um monte de blogs criados para servirem de sites para meus projetos... Então resolvi juntar tudo num lugar só. Para possíveis contatos me acharem mais rápido, e parar com essa doidera que era separar o que eu produzia de conteúdo no Creyssa com o que eu sou profissionalmente, porque no final das contas, tem tudo a ver. 

Eu queria que o blog fizesse mais sentido dentro dos meus projetos de vida, às vezes ele parecia um pouco deslocado das minhas missões e objetivos, sempre sendo uma coisa à parte, que eu deixava as pessoas descobrirem por conta própria, ficava meio envergonhada quando descobriam. Fazia algum tempo que eu não tinha mais vontade de postar, e acho que muito tinha a ver com como as coisas estavam organizadas no blog, mas principalmente por causa do nome - que vou sempre achar g-e-n-i-a-l, modéstia à parte, mas que muita gente não entendia, era fácil errar na grafia; e no fim, nada melhor que o nosso nome de batismo, não é mesmo ?

Anna com dois ennes, Theresa com H e S, sobrenome alemão que escreve de um jeito mas se lê usando o tal do trema que nem existe mais na nova gramática brasileira. Não, meus pais não facilitaram. Passei os últimos 23 anos (desde que aprendi a escrever, notem a matemática do truque na minha idade verdadeira) soletrando meu nome certo e ouvindo ele sendo dito errado. 

Só explicando que o meu "Diga Kil" não tem a ver com o Kiu da Thaynara OG. É só a maneira abrasileirada de dizer o meu sobrenome, que segundo a wikipedia, é de uma das famílias mais influentes na Europa, e que nunca deixou de seguir as tradições alemãs, mesmo no Brasil (risos). 

Para minha sorte, existe em Limeira - SP, uma marca de café chamada "Café Kühl" (não somos parentes, mas aceitamos patrocínio para produções culturais, publis e jabás remunerados, hein ?); que sabiamente usa o subtítulo "Diga Kil". Quem conhece o café (que é muito bom mesmo, olha o jabá gratuito novamente) sabe dizer meu nome certo. Ah, e claro, os amigos cultos que tem contato com o idioma alemão, que na verdade sabem que não é exatamente um "i", e sim um "u" diferentão - pra ficar fácil, pense em Gisele Bündchen (que tem tudo a ver comigo, risos).

Então agora, tá tudo juntinho e você pode achar no mesmo lugar todo o conteúdo já publicado no Creyssa Phyna (que vai continuar lá, no mesmo lugar, bonitinho, para momentos nostálgicos), inclusive com re-edições de conteúdo; e também tudo que ofereço como profissional criativa freelancer pau pra toda obra.  

Então aproveita, entre e fique à vontade nessa nova casinha ;)