Desaniversário de namoro

Maio é um mês arrasa coração na minha vida (e bolso também, por sinal): é meu aniversário, do meu pai logo em seguida, dia das mães e seria nosso aniversário de namoro, não fossem os anos de turbulência e idas e vindas - que eu nem lembro que existiram. Não sou de declarações bregas - aliás, sou bem chata e não romântica, tipo um desastre das relações amorosas, capaz de dar a pior das mancadas na hora mais sensível, tipo HOMEM sabe ? Mas existe uma pessoinha por quem vale a pena me esforçar, e tentar ser mais madura, mais sensível, menos cavala e às vezes até mesmo romântica, bem às vezes, bem menos do que eu gostaria.

Obrigada, meu amor - pelo companheirismo e pela paciência.