Vamos conversar sobre empreendedorismo e empoderamento feminino?

Ideia Coletiva_cartaz A3_online.jpg

Em abril, vou participar do projeto EmPodera, idealizado por pessoas queridas e próximas da produção cultural, Kora e Cintia, que tenho a sorte de ter por perto, lá no Ideia Coletiva (onde fica a sede do VID também). Sabe quando você vê o resumo do projeto e pensa "Nossa, que legal, queria muito estar no meio disso"? Mais legal ainda é pensar nisso e depois ser convidada a integrar a programação!

Este projeto vai realizar ações culturais gratuitas, sob o viés do empoderamento feminino, dando destaque à presenças femininas em criações artísticas e culturais. Tem oficina de fotografia, dança, sessões de curta metragem, e o que eu acho mais legal - em ações que se espalham por diversos pontos da cidade, além de ações em pontos mais centrais, como a Estação Cultura, o MIS Campinas e no próprio Ideia Coletiva. 

Vou coordenar uma conversa sobre Empreendedorismo Feminino no dia 17 de abril, segunda feira, à noite, no Ideia Coletiva. Vai ser um encontro voltado para mulheres empreendedoras ou que querem começar a empreender, que atuam no contexto da economia criativa, principalmente na área cultural ou áreas criativas como moda, design e artesanato. O objetivo é a troca de experiências, informações e ferramentas de gestão e marketing aplicadas à economia criativa. Não tem taxa de inscrição, vai funcionar como contribuição voluntária - contribua como puder, se quiser.

17/abril - 19h. 25 vagas, preferencialmente mulheres
Local: Ideia Coletiva. Rua Sacramento, 610, casa 1, Centro

 

Vamos conversar sobre o empreendedorismo na área cultural, onde vemos muitas mulheres produzindo e empreendendo. Vamos falar de empreendedorismo, mas a partir de um olhar para o empoderamento feminino, dentro de um contexto de economia criativa e de produção cultural, que é de onde vem a minha fala, de onde vem minhas experiências.

Porque muitas vezes nós, artistas, temos dificuldade de olhar para nossos projetos com esse viés empreendedor. Aproveitando o gancho dos dois anos do VID Estúdio Criativo, empreendimento cultural do qual sou sócia fundadora, eu digo - não é fácil ser um ofício artístico e ao mesmo tempo um negócio, gerar renda, pensar em estratégias de marketing, prospectar cliente, escrever projetos e tudo mais. É comum que a gente tenha bastante dificuldade em nos definir: "Sendo duas mulheres vindas da área de artes, encaramos diversos desafios na maneira de nos entender como empreendedoras, com um pé na moda e outro na cultura, envolvidas pelo ambiente fértil da economia criativa. Nessa travessia, a experiência com produção cultural nos ajudou a inventar nosso empreendedorismo, mesmo tendo altas crises sobre 'o que fazemos?' "(leia este texto completo aqui: blog do VID).

Então vem conversar comigo lá no dia 17 de abril, seja você uma empreendedora ou aspirante a; ou se você tem interesse em saber como vivem e como geram renda as pessoas das áreas artísticas e culturais, vem comigo ;)